democracia e dívida

Mensagem de Solidariedade com os Bombeiros Voluntários de Lourosa (e de revolta com o Hospital da Prelada, o Ministério da Saúde e o Ministério da Administração Interna)

In Noticias on 27/07/2013 at 12:05 am

O Democracia e Dívida solidariza-se com todos os companheiros de Diamantino Sá. Diamantino Sá (Teixeira para os amigos) era Bombeiro Voluntário em Lourosa, Santa Maria da Feira, e sofreu queimadura graves enquanto combatia um incêndio no Monte Meda (Gondomar) em Agosto de 2010. Lutou pela vida durante 6 meses numa cama de Hospital vindo a falecer em Fevereiro de 2011. Esta semana soube-se que o Hospital da Prelada quer penhorar os Bombeiros Voluntários de Lourosa Prelada em 386 mil euros referentes a cuidados de saúde porque o seguro de acidentes pessoais de Diamantino Sá não cobria mais do que 9 mil euros. O Hospital da Prelada é uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) da Misericórdia do Porto que se orgulha de “Olhar por nós”, e de ser o primeiro hospital IPSS em Portugal a receber a Acreditação em Qualidade, mas que não hesita em cobrar preços astronómicos a quem morreu ao serviço das populações.

Esta situação consagra uma falta de respeito e uma falta de vergonha para com os bombeiros voluntários e as populações que eles servem.
Há muito tempo que os bombeiros voluntários alertam para a falta de cobertura para os riscos que correm, constatando-se que o Estado apenas lhes confere cobertura médica através do Seguro Social Voluntário. Este “Seguro” – que ironicamente é o mesmo que cobre os voluntários das IPSS – não cobre os tratamentos das queimaduras, situação há muito alertada pelos bombeiros na comunicação social.

Para além da desfaçatez demonstrada pelo Hospital da Prelada na sua tentativa de obter lucros com a infelicidade de quem serve o bem comum, esta situação alerta de uma forma muito clara para os riscos da actual entrega da saúde pública a privados, nomeadamente IPSS e PPPs e hospitais particulares vários. A avidez de lucro e os concluios entre estas entidades e as seguradoras, levam a quem os preços cobrados tanto ao Estado como ao utente sejam exorbitantes e a práticas altamente questionáveis. Relatórios recentes da OCDE – que o nosso governo nunca cita – apontam precisamente para estes riscos, advogando que se deve retroceder na actual tendência para uma “americanização” dos sistemas de saúde europeus [nota: os Estados Unidos possuem o sistema de saúde mais privatizado do mundo mas também o mais dispendioso: a desumanidade e o custo dos sistemas privados de saúde americanos encontra-se retratada no filme “Sicko” de Michael Moore].

Por todas esta razões, o Democracia e Dívida apela a todos os internautas para que se solidarizem com Diamantino Sá e a sua corporação de bombeiros, divulgando a situação através dos seus murais do Facebook e pelos seus contactos de email, demonstrando o seu apoio aos Bombeiros Voluntarios de Lourosa através de email (através de email ou facebook) e fazendo sentir a sua indignação junto do Hospital da Prelada (através de email ou facebook), do Ministério da Saúde (através da ligação para a página web) e do Ministério da Administração Interna (ligação para a página web) .

Anúncios
  1. Isto só tem um comentário possível, os VOLUNTÁRIOS são carne para canhão.
    Por favor, corrijam a noticia. “””o Hospital da Prelada quer penhorar os Bombeiros da Prelada em 386 mil euros referentes a cuidados de saúde””” onde diz Bombeiros da Prelada, devia dizer de BOMBEIROS DE LOUROSA.

  2. continuo com o mesmo sentimento de culpa pela falta de união dos nossos bombeiros. o que quero dizer com isto é que somos mão de obra barata ao estado (na sua maioria gratuita) e que deveriamos aprender a dizer não pela falta de condições que nos são dadas, é doloroso um não a quem precisa mas a obrigação de cuidados e socorro à população deve ser assegurada pelo estado e não nos devemos sentir obrigados (nós voluntarios) a fazer sacrificios inclusive da nossa vida quando depois nem respeito nos é dado. o estado e a população não valoriza a nossa vida quando nós cedemos a nossa por eles. Quanto ao dito hospital e todos os envolvidos como bombeira voluntaria AGRADEÇO QUE EM CASO DE INCENDIO NESSE EDIFICIO, DESABAMENTO OU ALGO QUE ENVOLVA A INTERVENÇÃO DE BOMBEIROS QUE NÃO CONTACTE NENHUMA CORPORAÇÃO DO NOSSO PAÍS JÁ QUE DEMONTROU O SEU AGRADECIMENTO AO BOMBEIRO DIAMANTINO SÁ E A TODOS AQUELES QUE PRATICAM A SOLIDARIDADE COM AS POPULAÇÕES, SE NECESSITAREM USEM OS VEICULOS QUE PRETENDEM PENHORAR OU PUXEM AS MANGUEIRAS DE JARDIM… se fosse por mim e se fosse uma decisão que podesse tomar seria esta a resposta que daria a todos que praticam a mesma falta de respeito até perceberem que em todo o mundo é em portugal que se encontram mais voluntarios a fazer este tipo de trabalho.

    • Cara Cristina,

      Muito obrigado pelo seu comentário.

      A questão que levanta – como poderão os bombeiros reagir a isto – é extremamente relevante mas de difícil resposta para nós que não somos bombeiros. Na presente situação parece-nos que o que podemos fazer de mais útil é mesmo escrever emails ao Hospital da Prelada, Ministro da Saúde e Ministro da Administração Interna apelando a que intervenham e, talvez mais relevante, divulgar junto da nossa comunidade facebook este abuso (e outros de que tenham conhecimento) ajudando a sensibilizar para esta questão. Gostaríamos ainda de acrescentar que apesar de, conforme refere, o Estado não “valorizar a vossa vida”, nós e as populações que vocês auxiliam valorizamos e muito. Estamos por isso ao vosso dispor para divulgar iniciativas que venham a desenvolver, ainda que achemos que o mais eficaz seria mesmo chamar a população da Lourosa e os meios de comunicação social e ir à Prelada e regar as janelas do conselho directivo pedindo a anulação do que nos parece ser uma dívida ilegítima (são ilegítimas as dívidas relacionadas com a vida humana e em que se sabe à partida que os devedores não podem pagar). Isto na impossibilidade de enxarcar directamente o Ministro da Saúde ou da Administração Interna eheheh. Não sei se tem conhecimento mas mesmo aqui ao lado, em Espanha, algumas corporações de bombeiros têm demonstrado uns “tomates” enormes na luta contra estas e outras injustiças sociais (ver exemplos aqui e aqui, este ultimo tem uns videos e fotos bastante divertidos :)

      Cumprimentos e renovados agradecimentos pelo seu comentrário. Boa sorte!

      Nuno

      • pois adorei os videos. partilhei um e acho que nos falta os mesmos “tomates” que os espanhois. seja qual for a decisão tomada por vós e/ou pelos bombeiros de lourosa estou disponivel para ajudar/participar. espero sinceramente que um dia haja uma marca historica em que todos se unam contra este tipo de saque aos que mais precisão, vivemos num país em que os “robin dos bosques” está invertido. UM DIA… SERÁ O DIA D.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: